Câmbio Brasileiro estava próximo do equilíbrio e fundamentos continuam a melhorar

 
O CEMAP acaba de divulgar sua estimativa de desalinhamento de câmbio para o mês de julho de 2017. O câmbio real efetivo voltou a se valorizar no mês de julho, quebrando a tendência de desvalorização que vinha acontecendo desde fevereiro deste ano.  No que tange as estimativas de desalinhamento, embora a média dos modelos continue em território de sobrevalorização em relação aos seus fundamentos - em cerca de 5,3% - a estimativa obtida a partir do modelo mais completo no qual a situação das contas externas foi explicitamente modelada é de -8%. Isto nos permite afirmar que estamos bastante próximos do câmbio de equilíbrio ou ligeiramente depreciados. Há uma clara tendência de melhoria dos fundamentos puxada pela melhoria do resultado das contas externas brasileiras. Não fosse a incerteza política que atuou fortemente no primeiro semestre no Brasil, teríamos observado, muito provavelmente, uma valorização da taxa de câmbio real efetiva brasileira.
 
Mais detalhes em:
https://goo.gl/oBFNp7

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede